sábado, 28 de fevereiro de 2015

GENESIS - REVISITADO - EM DOIS LINKS - CLIQUE NAS IMAGENS

EL LIBRO DEL GÉNESIS ( (Por GIANFRANCO RAVASI )
 GENESIS -  REVISITADO -  EM DOIS LINKS - CLIQUE NAS IMAGENS

===============================================

1- Tradução do  1º livro da Torá (Genesis)
traz também interpretações das escrituras judaicas
Leia mais:

http://oglobo.globo.com/sociedade/historia/uma-nova-leitura-para-genesis-12588665


2- Guia Espiritual del Antiguo Testamento
( EL LIBRO DEL GÉNESIS - Autor: GIANFRANCO RAVASI )

http://www.mercaba.org/mediafire/ravasi,%20gianfranco%20-%20el%20libro%20del%20genesis%2001-11.pdf



========== Neste vasto oceano de mistérios. ==========

"Como quem aventura-se no mar em uma cesta (barco),
ele se sente invadido por uma enorme angústia e sofrimento de ter que confiar nem simples madeiro que vagueia na imensidão das ondas, por isso, sofre à medida que vai entrando
neste vasto oceano de mistérios."

Com estas belas palavras começa Orígenes, o grande mestre de Alexandria do Egito (séculos II-III), seu comentário sobre o Gênesis. 
Este compartilha a mesma emoção do leitor moderno do livro da Bíblia, especialmente quando se aprofunda nos primeiros onze capítulos...
 OS ONZE PRIMEIROS CAPÍTULOS DO GÉNESIS:
 – A CRIAÇÃO  – A ORIGEM DO MAL  – CAIM MATA O SEU IRMÃO ABEL – OS DESCENDENTES DE ADÃO ATÉ NOÉ – OS «FILHOS DE DEUS» E AS «FILHAS DOS HOMENS»  – A CORRUPÇÃO DA HUMANIDADE E DILÚVIO  – OS DESCENDENTES DE NOÉ 1 – A TORRE DE BABEL - GENEALOGIA OU ASCENDÊNCIA DE ABRAÃO - 

Talvez existam muitas outras páginas comemoradas nas Escrituras, que também contenham um "desafio", um desafio de interpretação. Mas sem dúvida, o Gênesis, é a parte mais sujeita a múltiplas interpretações, a parte que cria mais tensão entre ciência e fé!

Também a mais próxima da biografia humana e espiritual de cada
homem, de cada um de nós. No entanto, não deve ser essa emoção, esse mistério, esse espanto uma desculpa para que desistamos do seu entendimento. 

O conhecido poeta católico francês Paul Claudel declarou
em 1948:

 "Os católicos sentem respeito tão grande e tão ilimitado pela Escritura, que  manifestam isso principalmente (e erroneamente)   mantendo-se longe dela! "

A nossa navegação aqui , no entanto, irá entrar
neste mar e tentará desenhar um mapa, ou seja,
fornecer os significados (dos vários) primários de paginação.

Ou seja, tentar resgatar o sentido original do texto, se é que isso é realmente possível.

Nessa tentativa de fornecer os primeiros significados, depararemos com problemas exegéticos complexos do texto bíblico.

Mas o nosso principal objectivo
será o de fazer ressair a calma do mar para atravessarmos as áreas de tempestade, para se chegar finalmente num porto seguro.

 As Escrituras, A Bíblia, A lei de Deus (A Torá), são fruto das experiencias de um povo com o seu Deus, que depois de muitos séculos de tradição oral, foram por fim registradas na forma escrita.  Seu texto, de fato, não se destina a ser apresentada como um livro de história, ciência, cosmologia, antropologia, mas acima de tudo e sobre todos como uma mensagem de esperança, salvação, julgamento e libertação.

 Assim declarou o escritor francês Charles Péguy, em seu livro
 O Portal do Mistério da segunda virtude: 

"Deus não nos deu palavras mortas
que deverão ser encerradas em caixas e caixotes
e preservadas em óleo rançoso (como as múmias do Egito).
Deus não nos deu palavras preservadas para
serem guardadas, mas as palavras de vida para nosso alimento
e alimentar os outros. "


As Duas Tábuas
(Las dos tablas de un díptico)

Os dois quadros de um díptico

As duas tábuas de um duplo. Abramos, pois, por suas primeiras páginas, este libro divino: A Bíblia.

É o primeiro livro da Bíblia – e portanto do Pentateuco (os cinco primeiros livros da Bíblia): 
Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.  Na Bíblia hebraica, os livros não tinham títulos; eram denominados conforme a primeira palavra ou expressão do livro (segundo o costume mesopotâmico): este chamava-se de Bereshit.  Bereshit ( בראשית ברא אלהים ).    Na Bíblia cristã (tradução do hebraico para o grego), os nomes foram dados conforme o conteúdo do livro; como este livro trata do princípio de tudo, chamaram-lhe «Génesis», isto é, Livro das Origens. «GÉNESIS»  «NASCIMENTO», «ORIGEM».

 Os judeus nomeavam essa primeira parte de "Beresit "
( Ao Princípio) , a primeira palavra do Livro que nós ocidentais, seguindo a antiga versão grega -septuagina- chamamos de Gênesis
«Princípio» da Bíblia, «Princípio» do Pentateuco ou Torá (Lei)?

É dito que os cinco primeiros livros, são particularmente sagrados e preciosos para o judaísmo, o centro e o coração de ainda hoje de toda sinagoga, também é o «Princípio» da cadeia ininterrupta de eventos, de palavras na qual se constituem na trama completa que chamamos de "história da salvação." 

"Princípio" do ser/existir na criação...
"Princípio" do diálogo entre Deus e o homem... 
"Princípio" esse que terá sua reedição decisiva e definitiva na frase:
 "no princípio era o Verbo" 
do Evangelho de João.

O livro de Gênesis é formado principalmente
duas páginas do mesmo folheto, duas faces de uma mesma moeda:
primeira ocupa os primeiros onze capítulos e apresenta Adão. Em hebraico, a palavra é sempre precedida pelo artigo e, dada a incapacidade congênita para a captação típico da psicologia e da lingüística Semita, deve conduzir com os termos "Humanidade", 
o Homem-Adam de todos os tempos e regiões do nosso planeta. 
A segunda página, cobrindo capítulos 12-50, Abraão e seus descendentes - o horizonte estreita - da humanidade como um todo, para um único objetivo: um único povo.
Ele agora está se concentrando sobre o povo de Israel e seu primeiro artigo de fé, ou seja, a vocação e o dom da
fé aos patriarcas, cuja raiz é nascido e desenvolvido
a árvore que é Israel.

Muitas mãos e vozes que têm contribuído para preencher os dados de cor e estas duas páginas da história bílica.
Na verdade, essas narrativas e reflexões se cristalizaram num texto final e único do Gênesis como é agora, depois de ter sido anunciado durante longa em tradições orais distintas que foram se unificando.

De fato, e em conformidade com as técnicas de memorização (mnemónicos) características dos antigos povos semitas, a transmissão das recordações se fazia por meio da viva voz e da memória, tarefa em que se alcançavam níveis altíssimos e muito sofisticados de fidelidade. 

Assim, nas aldeias e cidades, em assembleias litúrgicas, nas aulas "dos pais para os filhos" (Sal 78,3-4), na catequese, é proposta de novo e de novo para a consciência e meditação das novas geracões os momentos iniciais da história e fé de Israel.

1
VEJA MAIS AQUI: 

1 - Tradição Javista, Eloísta, Sacerdotal (Babilônica) - SIN, HETE E OS CHINESES

2 - JAPÃO PAÍS DIVINO -  seria possível que os Elohim bíblicos fossem os Kamis japoneses? 

3 - LEIA AQUI A INTEGRA DO GÊNESIS CHINÊS DO POVO MIAO (SUL DA CHINA)

HTTP://ARCA-ARQUEOLOGIA.BLOGSPOT.COM.BR/2015/02/GENESIS-CHINES-SEGUNDO-OS-MIAO-DO-SUL.HTML

4 - NEGROS E INDIOS OS VERDADEIROS DESCENDENTES DE YISRAEL?

https://hebreuisraelita.wordpress.com/2012/01/19/aparencia-fisica-de-yisrael/

5 - AS ORIGENS DO TAOÍSMO CHINÊS ESTÃO NO ADÃO BÍBLICO?

http://estudeinosaojose.blogspot.com.br/2009/06/mtc-01.html

6 - GENESIS - REVISITADO - QUAL SERIA O TEXTO ORIGINAL DO GÊNESIS?

===================================
EL LIBRO DEL GÉNESIS ( (Por GIANFRANCO RAVASI )


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...